[dos] parêntesis intersticiais de cidade e adaptação dos mesmos ao meio físico e cognitivo

16 02 2011

Imagem 1. Pistas de atletismo na rotunda da AEP e encerramento das frentes com bancadas.

Transformação de carácter no espaço público

Transmutação dos lugares, com fortes símbolos pré-existentes ancorados na fantasia de uma imagem. Território onde a troca de fluxos de informação é constante: reconversão esta forte troca predominantemente virtual por troca física, com interrupção, originado ‘descontexto’ e confusão.

É comum depararmo-nos com ideias que colocam a cidade de costas voltadas para o homem, numa progressiva transformação de espaços e territórios, em interstícios onde automatos se deslocam sob ‘plataformas’ – apêndices ou próteses – dotando estes ‘parêntesis residuais na cidade’ como meio para atingir um fim.

Lugares – e não ‘não-lugares’ – que se organizam e compõem a partir da aparente deslocação do ser humano.

Procurando mutar e transfigurar o volume denso de trocas de informação virtual e ‘individual’- porque o indivíduo que conversa ao telemóvel transmite imagem de singularidade, numa linguagem bi-dimensional do acontecimento – numa tipologia de troca física e colectiva, será também possível conceber espaço de carácter intersticial e superficial, concluindo assim que o lugar se vai alimentando da sua tipologia, e adaptando-se de forma constante.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: