into Acconci’s inspiration

22 07 2011

      ”My biggest fear is that architecture is necessarily a kind of totalitarian activity, a kind of prison, in that when you design a space you’re probably designing people’s behavior in that space,” he says. ”So the goal of our work is to make a mix, a mix of possible routes, a mix of alternate routes, alternate channels.”
    Vito Acconci, in New York Times




Ora… Território Transitório.

18 07 2011

Ao pensar em território pensamos quase que de imediato em lugar, espaço físico. Nunca tinha entendido de facto o seu significado e abrangência.

Um estado de experimental total, de adição e necessidade de mutação para a sobrevivência, necessidade de adaptabilidade. Camadas sobre camadas, uma mescla sem grande possibilidade de tradução por palavras. Uma mescla que na realidade dificilmente se traduz em qualquer léxico. Algo de tão dificil, complexo, em suspenso e em constante in e re – definição. Algo que porém nunca chega a definir-se. Um falhanço total, se investirmos todas as forças na necessidade de definição.

Hoje entendo-me e desentendo-me e após um ano ao lidar com este conceito indefinido, questiono-me se eu mesmo não seja também um ‘território transitório’. Um ser transmutado, mesclado e que parece não ter alicerces fortes cravados na terra.

Um ser que não se define e portanto, falhado no que toca à sua definição.